INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO DE ORIGEM HOSPITALAR E COMUNITÁRIA: revisão dos principais micro-organismos causadores e perfil de susceptibilidade

Autores

  • Rodrigo Barros Freitas FAGOC
  • Juliana A. Resende
  • Bianca G Mendonça
  • Tiago Antonio
  • Rodrigo S. Fortunato
  • Maria Augusta C. A. Oliveira

Palavras-chave:

Infecção do trato urinário, Resistência bacteriana, Bacteriúria

Resumo

Infecções do trato urinário (ITU) são um grave problema de saúde pública e são causadas por uma vasta gama de micro-organismos potencialmente patogênicos, mas principalmente por Enterobactérias, Pseudomonas aeruginosa, Enterococcus faecalis, Staphylococcus saprophyticus e Candida. As altas taxas de pacientes com ITU recorrentes e o aumento da etiologia por linhagens resistentes fazem com que estas infecções se tornem grandes encargos para a saúde pública e afetem substancialmente a qualidade de vida das pessoas acometidas. Nesta revisão, descrevemos a prevalência dos diferentes agentes causadores de ITU no hospital e na comunidade, bem como sua resistência aos diferentes antibióticos rotineiramente usados nas diferentes regiões do país. Esses dados mostram que o perfil de resistência varia consideravelmente em relação à origem da infecção e em relação à região do país. A disponibilização destes dados servirá de base para a orientação aos profissionais de saúde diante de tratamentos empíricos rotineiros.

Biografia do Autor

Rodrigo Barros Freitas, FAGOC

Professor de Biologia celular, molecular e buiquímica I da FAGOC, curso de medicina. Possui doutorado em bioquímica pela Universidade federal de viçosa

Referências

ALMEIDA, M.C., SIMÕES, M.J.S., RADDI, M.S.G. Ocorrência de infecção urinária em pacientes de um hospital universitário. Revista de Ciência Farmacêutica Básica Aplicada, v. 28, n.2, p.215-219, 2007.

AMADEU, A.R.O.R.M., Sucupira, J.S., Jesus, R.M.M., Rocha, M.L.P. Infecções do Trato Urinário: análise da frequência e do perfil de sensibilidade da Escherichia coli como agente causador dessas infecções. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v. 41(4), p. 275-277, 2009.

BAIL, L., ITO, C.A.S., ESMERINO, L.A. Infecção do trato urinário: comparação entre o perfil de susceptibilidade e a terapia empírica com antimicrobianos. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Ponta Grossa, vol. 38, n. 1, p. 51-56, 2006.

BLAIR, J.M.A., WEBBER, M.A., BAYLAY, A.J., OGBOLU, D.O., PIDDOCK, L.J.V. Molecular mechanisms of antibiotic resistance. Nature Reviews Microbiology 13, 42–51 (2015)

BLATT, J. M.; MIRANDA, M. C. Perfil dos microrganismos causadores de infecções do trato urinário em pacientes internados. Revista Panamericana Infectologia, v.7(4), p.10-14, 2005

BRAOIOS, A.; TURRAT, T. F.; MEREDIJA, L. C. S.; CAMPOS, T. R. S.; DENADAI, F. H. M. Infecções do trato urinário em pacientes não hospitalizados: etiologia e padrão de resistência aos antimicrobianos. J Bras Patol Med Lab, v.45, n.6, p.449-456, dez. 2009

BRASIL. Portaria nº 2.616/MS/GM, de 12 de maio de 1998. 12 mai. 1998. Disponível em: <http://elegis.bvs.br/leisref/public/showAct.php?id=482> Acesso em: 18 ago. 2015.

CARMO, M.S., MARQUES, A.M., GONÇALVES, L.H.B., FERRO, T.A.F., MONTEIRO, C.A., BOMFIM, M.R.Q., TURRI, R.J.G., MONTEIRO-NETO, V.P., FIGUEIREDO, M.S. Detecção de β-lactamases de espectro estendido em cepas de Escherichia coli uropatogênicas (UPECs) oriundas de pacientes da comunidade. REVISTA DE PATOLOGIA TROPICAL, 41 (4): 419-426. out.-dez. 2012

CHEN, Y. H., KO, W. C. & HSUEH, P. R. Emerging resistance problems and future perspectives in pharmacotherapy for complicated urinary tract infections. Expert Opin. Pharmacother. 14, 587–596 (2013).

COELHO, F., SAKAE, T.M., ROJAS, P.F.B. Prevalência de infecção do trato urinário e bacteriúria em gestantes da clínica ginecológica do Ambulatório Materno Infantil de Tubarão-SC no ano de 2005. Arquivos Catarinenses de Medicina, v. 37, no. 3, de 2008.

CORREIA, C., COSTA, E., PERES, A., ALVES, M., POMBO, G., ESTEVINHO, L. Etiologia das infecções do tracto urinário e sua susceptibilidade aos antimicrobianos. Acta Médica Portuguesa, v. 20, n.6, p. 543-549, 2007.

COSTA, L.C., BELÉM, L.F., FREITAS E SILVA, P.M., PEREIRA, H.S., SILVA JÚNIOR, E. D., LEITE, T.R., PEREIRA, G.J.S. Infecções urinárias em pacientes ambulatoriais: prevalência e perfil de resistência aos antimicrobianos. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 42(3), 175-180, 2010.

DALLACORTE, R.R., SCHNEIDER, R.H., BENJAMIN, W.W. Perfil das infecções do trato urinário em idosos hospitalizados na Unidade de Geriatria do Hospital São Lucas da PUCRS. Scientia Medica, Porto Alegre, v. 17, n. 4, p. 197-204, 2007.

DIAS, V.C., SILVA, V.L., BARROS, R., BASTOS, A.N., BASTOS, L.Q. A., BASTOS, V.Q.A., DINIZ, C.G. Phenotypic and genotypic evaluation of betalactamases (ESBL and KPC) among enterobacteria isolated from community acquired monomicrobial urinary tract infections. Journal of Chemotherapy, 26 (6), 328 - 332.

FREITAS, A. R.; BAEZA, L.C.; FARIA, M.G.I.; DOTA, K.F.D., MARTÍNEZ, P.G., SVIDZINSKI, T.I.E. Yeasts isolated from nosocomial urinary infections: Antifungal susceptibility and biofilm production. Revista Iberoamericana de Micología, Volume 31, Issue 2, April–June 2014, 104–108

FOXMAN, B. Urinary tract infection syndromes: occurrence, recurrence, bacteriology, risk factors, and disease burden. Infect. Dis. Clin. North Am. 28, 1–13 (2014)

FOXMAN, B. The epidemiology of urinary tract infection. Nature Rev. Urol. 7, 653–660 (2010).

FLORES-MIRELES, A.L., WALKER, J.N., CAPARON, M., HULTGREN, S.J. Urinary tract infections: epidemiology, mechanisms of infection and treatment options. Nature reviews microbiology, 13, 269 – 284 , 2015.

GUPTA, K., TRAUTNER, B. Diagnosis and management of recurrent urinary tract infections in non-pregnant women. BMJ 2013; 346:f3140 doi: 10.1136/bmj.f3140

HINRICHSEN, S.C. Perfil dos microrganismos isolados no trato urinário após sondagem vesical em cirurgia ginecológica. Revista Brasileira de Saúde Materna e Infantil, Recife, v. 9 (1), 77-84 2009.

KAZMIRCZAC, A., GIOVELLI, F.H., GOULART, L.S. Caracterização das infecções do trato urinário diagnosticadas no município de Guarani das Missões – RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 37, 4, 205-207, 2005.

KIPNIS, E., SAWA, T., WIENER-KRONISH, J. Targeting mechanisms of Pseudomonas aeruginosa pathogenesis. Medicine et Maladies Infectieuses, 36: 78–91, 2006.

KOCH, V. H.; ZUCCOLOTTO, S.M.C. Infecção do trato urinário: em busca das evidências. Jornal de Pediatria, Porto Alegre, 2009.

HOOTON, T. M. Uncomplicated urinary tract infection. New Engl. J. Med. 366, 1028–1037 (2012).

LUCCHETTI, G., SILVA, A.J., UEDA, S.M.Y., PEREZ, M.C.D., MIMICA, L.M.J. Infecções do trato urinário: análise da frequência e do perfil de sensibilidade dos agentes causadores de infecções do trato urinário em pacientes com cateterização vesical crônica. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, v. 41, n. 6, p. 383-9, 2005.

MAGALHÃES, V., FARIAS, R.B., AGRA, G.L., ANDRADE, A.L.M. Etiologia e perfil de resistência das bactérias isoladas a partir de uroculturas oriundas de mulheres acima dos 18 anos. Revista Brasileira de Medicina, 66,2, 11-16, 2009.

MARTINS, F., VITORINO, J., ABREU, A. Avaliação do perfil de susceptibilidade aos antimicrobianos de microrganismos isolados em urinas na região do Vale do Sousa e Tâmega. Acta Medica Portuguesa, v.23, p. 641-646, 2010.

MEDEIROS, E.A.S.; WEY, S.B.; GUERRA, C. Diretrizes para a prevenção e o controle de infecções relacionadas à assistência à saúde. Comissão de Epidemiologia Hospitalar, Hospital São Paulo, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2005.

MENEZES, E.A. et al. Frequência de microrganismos causadores de infecções urinárias hospitalares em pacientes do Hospital Geral de Fortaleza. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.37, n.4, p. 243-246, 2005.

MENIN, V.T.; GRAZZIOTIN, N.A. Infecções do Trato Urinário Diagnosticadas no Laboratório Universitário da URI - Campus de Erechim/RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.42(4), p. 307-310, 2010.

MITTAL, R., AGGARWAL, S., SHARMA, S., CHHIBBER, S., HARJAI, K. 2009. Urinary tract infections caused by Pseudomonas aeruginosa: A minireview. Journal of Infection and Public Health, 2 (3), 101–111

MORAES, D., BRAOIOS, A., ALVES, J.L.B., COSTA, R.M. Prevalence of uropathogens and antimicrobial susceptibility profile in outpatient from Jataí-GO. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial J. Bras. Patol. Med. Lab. vol.50 no.3 Rio de Janeiro May/June 2014

PIRES, M.C.S., FROTA, K.S., MARTINS JUNIOR, P.O., CORREIA, A.F., CORTEZ-ESCALANTE, J.J., SILVEIRA, C.A. Prevalência e suscetibilidades bacterianas das infecções comunitárias do trato urinário, em Hospital Universitário de Brasília, no período de 2001 a 2005. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v. 40, n. 6, 2007.

RABELO, R.A.A., CAIXETA, L.L., CAIXETA, S.C., ROCHA, M.V., FELÍCIO, V.P.T. Caracterização do perfil de resistência a fluoroquinolonas, Patos de Minas (MG). Revista Brasileira de Análises Clínicas, v. 32 (2), p. 110-115, 2011.

SANTANA, T. C. F.; PEREIRA, E. M. M.; MONTEIRO, S. G.; CARMO, M. S.; TURRI, R. J. G.; FIGUEIREDO, P. M. S. Prevalência e resistência bacteriana aos agentes antimicrobianos de primeira escolha nas infecções do trato urinário no município de São Luís-MA. Revista de Patologia Tropical, 41, 409-418, 2012.

SATO, A.F., SVIDZINSKI, A.E., CONSOLARO, M.E.L., BOER, C.G. Nitrito urinário e infecção do trato urinário por cocos gram-positivos. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 41, 6, 2005.

STRUVE, C., BOJER, M., KROGFELT, K. A. Characterization of Klebsiella pneumoniae type 1 fimbriae by detection of phase variation during colonization and infection and impact on virulence. Infect. Immun. 76, 4055–4065 (2008)

PERNA, T.D.G.S., PUIATTI, M.A., PERNA, D.H., PEREIRA, N.M.M., COURI, M.G., FERREIRA, C.M.D. Prevalência de infecção hospitalar pela bactéria do gênero klebsiella em uma Unidade de Terapia Intensiva. Rev Soc Bras Clin Med. 2015;13(2):119-23

SILVEIRA, S.A., ARAÚJO, M.C., FONSECA, F.M., OKURA, M.H., OLIVEIRA, A.C.S. Prevalência e suscetibilidade bacteriana em infecções do trato urinário de pacientes atendidos no Hospital Universitário de Uberaba. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 42(3), 157-160, 2010.

VIEIRA, J.M.S.,SARAIVA, R.M.C., MENDONÇA, L.C.V., FERNANDES, V.O., PINTO, M.R.C.; VIEIRA, A.B.R. Susceptibilidade antimicrobiana de bactérias isoladas de infecções do trato urinário de pacientes atendidos no Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza, Belém- PA. Revista Brasileira de Análises clínicas, v. 39(2), p. 119-121, 2007.

Publicado

2016-08-12

Edição

Seção

Artigos de Revisão