PREVALÊNCIA DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DA ÁREA DE SAÚDE

Victor Henrique Pacheco Lucareli, Victor Neiva Lavorato, Denise Coutinho de Miranda, Alexandre Augusto Macedo Correa, Gustavo Leite gustamargos

Resumo


Os transtornos alimentares (TA) caracterizados por consumo, atitudes ou padrões alimentares altamente perturbadores vêm atingindo cada vez mais a população, sendo o principal público jovens do sexo feminino. É necessário avaliar fatores que influenciam e possam resultar em danos à saúde. O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de sintomas de transtornos alimentares em estudantes dos cursos de saúde do sexo feminino em um centro universitário na cidade de Ubá, MG.  Foi realizado um estudo de abordagem quantitativa e de corte transversal. A amostra era composta por 37 universitárias do sexo feminino matriculadas em seis cursos da área da saúde, sendo 10 estudantes da Educação Física, 4 de Enfermagem, 5 de Estética e Cosmética, 8 de Nutrição, 6 de Odontologia e 4 de Psicologia, com idade média de 24,54 (± 6,02) anos. Para obtenção dos dados, foram usados dois questionários: o Body Shape Questionnaire (BSQ) e o Eating Attitudes Test (EAT-26), além da mensuração da massa corporal. Essas coletas foram realizadas via Google Forms. O BSQ mostrou que 27% das participantes possuíam grave insatisfação com imagem corporal, e o questionário EAT revelou que 59% delas apresentaram indicativos de fatores de risco a TA.  Pode-se concluir que grande parte das universitárias dos cursos de graduação da área da saúde da instituição pesquisada possui um elevado indicativo de transtornos de imagens e TA.


Palavras-chave


Transtornos alimentares. Transtornos de imagem corporal. Saúde.

Texto Completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, M. S.; SCAGLIUSI, F. B.; Philippi, S. T. Comportamento de risco para transtorno alimentar em universitárias brasileiras. Rev Psiq Clín., 2011, v. 38, n. 1, p. 3-7.

BOSI, M. L. M.; LUIZ, R. R.; MORGADO, C. M. C.; COSTA, M. L. S.; CARVALHO, R. J. Auto percepção da imagem corporal entre estudantes de nutrição: um estudo no município do rio de janeiro. J Bras Psiquiatr, v. 55, n. 2, p. 108-113, 2006.

CASTRO, M. J.; GOLDSTEIN, J. S. Atitudes e comportamentos alimentares de mulheres pré e pós-púbere: pistas da etiologia dos transtornos alimentares. Physiology and Behavior, Elmsford, v. 58, n. 1, p.15-23, 1995.

COSTA, L. D. F.; VASCONCELOS, F. A. G. Influência de fatores socioeconômicos, comportamentais e nutricionais na insatisfação com a imagem corporal de universitárias em Florianópolis, sc. Rev Bras Epidemiol, 2010, v. 13, n. 4, p. 665-76.

COSTA-VAL, A.; COELHO, V. A. A.; MACHADO, M. N. M.; CAMPOS, R. T. O.; MODENA, C. M. Sobre anorexias e bulimias: concepções e suposições etiológicas na perspectiva dos profissionais de saúde. Interface (Botucatu), 2019, v. 23, e. 170293.

FERNANDES, C. A. M.; RODRIGUES, A. P. C.; NOZAKI, V. T.; MARCON, S. S. Fatores de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares. Arq. Ciênc. Saúde Unipar, Umuarama, v. 11, n. 1, p. 33-38, jan./abr. 2007.

FERREIRA, T. D. Transtornos alimentares: principais sintomas e características psíquicas. Rev. UNINGÁ, Maringá, v. 55, n. 2, p. 169-176, abr./jun. 2018.

FIATES, G. M. R.; SALLES, R. K. Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: um estudo em universitárias. Rev. Nutr., Campinas, 14 (suplemento): p. 3-6, 2001.

KESSLER, A. L.; POLL, F. A. Relação entre imagem corporal, atitudes para transtornos alimentares e estado nutricional em universitárias da área da saúde. Bras Psiquiatr. 2018, v. 67, n. 2, p.118-25.

LEGNANI, R. F. S.; LEGNANI, E.; PEREIRA, É. F.; GASPAROTTO, G. S.; VIEIRA, L. F.; CAMPOS, W. Transtornos alimentares e imagem corporal em acadêmicos de educação física. Motriz, Rio Claro, v. 18, n. 1, p. 84-91, jan./mar. 2012.

MORAES, J. M. M.; OLIVEIRA, A. C.; NUNES, P. P.; LIMA, M. T. M. A.; ABREU, J. A. O.; ARRUDA, S. P. M. Fatores associados à insatisfação corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares entre estudantes de nutrição. Rev Pesq Saúde, v. 17, n. 2, p. 106-111, maio-ago. 2016.

NUNES, L. G.; SANTOS, M. C. S.; SOUZA, A. A. Fatores de risco associados ao desenvolvimento de bulimia e anorexia nervosa em estudantes universitários: uma revisão integrativa. HU Revista, Juiz de Fora, v. 43, n. 1, p. 61-69, jan./jun. 2017.

PIETRO, M. P.; SILVEIRA, D. X. Validade interna, dimensionalidade e desempenho da escala body shape questionnaire em uma população de estudantes universitários brasileiros. Rev. Bras. Psiquiatr., v. 31, n.1, São Paulo, mar. 2009.

PIRES, R.; PINTO, J.; SANTOS, G.; SANTOS, S.; ZRAIK, H.; TORRES, L.; RAMOS, M. Rastreamento da frequência de comportamentos sugestivos de transtornos alimentares na universidade positivo. Rev Med, São Paulo, 2010, abr.-jun., v. 89, n. 2, p. 115-23.

REISA, J. A.; JÚNIOR, C. R. R. S.; PINHO, L. Fatores associados ao risco de transtornos alimentares entre acadêmicos da área de saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem., jun. 2014, v. 35, n. 2, p. 73-8.

SOUSA, K. M.; COSTA, A. B. Tendência ao desenvolvimento de anorexia nervosa em universitárias do curso de Nutrição do Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, Brasília, 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.