O papel da psicologia com adultos em situação de rua

Andyara Dias, Jefté Moraes Souza, Marcela Gregório Vieira

Resumo


O Brasil não conta com dados oficiais sobre pessoas em situação de rua. Um levantamento realizado pelo Ipea em 1.924 municípios no ano de 2015, estima que existem 101.854 pessoas nessa condição. O objetivo desse estudo é apresentar um levantamento bibliográfico de pesquisas em Psicologia sobre adultos em situação de Rua no Brasil, considerando a base de dados SciELO. Utilizando como palavras chaves ‘’situação de rua’’ ou ‘’morador de rua’’ e periódicos ‘’Psicologia e Sociedade’’ e ‘’Psicologia: Reflexão e crítica’’. Foram identificados seis artigos. Concluímos que existem poucos estudos sobre esses sujeitos. Sendo de grande importância para sabermos mais sobre seus modos de vidas, as dificuldades cotidianas, opressões e resistências. Constataram-se poucas produções sobre o trabalho do psicólogo em equipamentos públicos de saúde. Seria significativo saber sobre como o profissional estabelece as estratégias de cuidados, a promoção e a prevenção de saúde.

Palavras-chave


Situação de rua. Morador de rua. Psicologia.

Texto Completo:

PDF

Referências


. ALVAREZ, Aparecida Magali De Souza; ALVARENGA, Augusta Thereza De; FIEDLER-FERRARA, Nelson. O encontro transformador em moradores de rua na cidade de São Paulo. Psicologia & Sociedade, Porto alegre, v. 16, n. 3, set./dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2019.

. BOCCATO, V. R. C. Metodologia da pesquisa bibliográfica na área odontológica e o artigo científico como forma de comunicação. Rev. Odontol. Univ. Cidade São Paulo, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 265-274, 2006.

. Brasil. (2009). Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Rua: Aprendendo a contar: Pesquisa Nacional sobre População em Situação de Rua. Brasília, DF: o autor.

. Conselho Regional de Psicologia Minas Gerais – CRP-MG. (2015). A Psicologia e a população em situação de rua: Novas propostas, velhos desafios. Belo Horizonte, MG: o autor.

. DELFIN, Lucas; ALMEIDA, Lara Aparecida Machado De; , Jaquelina Maria Imbrizi3. A RUA COMO PALCO: ARTE E (IN)VISIBILIDADE SOCIAL. Psicologia & Sociedade, Belo horizonte, v. 29, jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2019.

. LONDERO, Mário Francis Petry; PAULON, Simone Mainieri. POR UM DEVIR BICICLETA NO APOIO À REDE DE SAÚDE. Psicologia, Belo horizonte, v. 30, jun. 2017. Disponível em: . Acesso em: 26 fev. 2019.

. MATTOS, Ricardo Mendes; FERREIRA, Ricardo Franklin. Quem vocês pensam que (elas) são? - Representações sobre as pessoas em situação de rua. Psicologia & Sociedade, Porto alegre, v. 16, n. 2, mai./ago. 2004. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2019.

. NOBRE, M. T. et al. Narrativas DE MODOS DE VIDA NA RUA: HISTÓRIAS E PERCURSOS. Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 30, out./jun. 2019. Disponível em: . Acesso em: 27 fev. 2019.

. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA PLANTALTO. Decreto nº 7.053 de 23 de dezembro de 2009.. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d7053.htm >. Acesso em: 25 abr. 2019

. SILVA, Maria Lucia Lopes da. Mudanças recentes no mundo do trabalho e o fenômeno população em situação de rua no Brasil 1995-2005. 2006. 220 f. Dissertação (Mestrado em Política Social)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.

. SILVA, Wanderson Vilton; HÜNING, Simone Maria. DISPOSITIVO DAS DROGAS E GOVERNO DA VIDA. Psicologia & Sociedade, Belo horizonte, v. 29, mar. 2017. Disponível em:. Acesso em: 25 fev. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.