A MATEMÁTICA E OS JOGOS: a influência dos jogos matemáticos no processo de ensino aprendizagem no 1º e 3º anos do ensino fundamental i

Graziela Mariano Arruda, Ana Amélia de Souza Pereira

Resumo


A matemática, para muitos, é uma disciplina difícil e chata, porém importante. O fato da matemática estar presente na vida das pessoas exige uma compreensão por parte dos alunos sobre a necessidade de sua aprendizagem e utilização. Esta pesquisa tem como objetivo geral identificar como a utilização dos jogos matemáticos pode influenciar no processo de ensino aprendizagem, na visão dos docentes do 1° e 3° anos do Ensino Fundamental I, de duas escolas de Ubá-MG. Para a realização desta pesquisa, optou-se por uma abordagem qualitativa, a qual tem por natureza não empregar procedimentos estatísticos. Em relação à obtenção da informação, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, com a finalidade de trabalhar com materiais já estudados. Quanto aos objetivos, trata-se de uma pesquisa descritiva, pois pretende observar, registrar, descrever os fatos e fenômenos da realidade encontrada. Como instrumento para coleta das informações, foi aplicado um questionário com 10 perguntas através da ferramenta Google Forms. A interpretação dos dados coletados foi realizada através do software Iramuteq, o qual utiliza o texto para montagem de nuvem de palavras, o que possibilita uma análise de dados qualitativos. Através dos resultados alcançados, foi possível concluir que as professoras reconhecem a importância dos jogos matemáticos para o ensino-aprendizagem das crianças, por auxiliar na construção do conhecimento, no desenvolvimento do raciocínio lógico, na interação entre os colegas e por facilitar a compreensão de algum tópicos que somente nas aulas tradicionais não são possíveis de serem absorvidos. É importante destacar que, segundo as professoras, a participação da escola é fundamental para o apoio e a oferta dos recursos necessários.


Texto Completo:

PDF

Referências


BARASOUL, F. F. A matemática da pré-história ao antigo Egito. UNI Revista, vol. 1, n° 2. 2006

BARBOSA, S. L. P., CARVALHO, T. O. D. Jogos matemáticos como metodologia de ensino aprendizagem das operações com números inteiros. Projeto de Intervenção Pedagógica na Escola apresentado ao Programa de Desenvolvimento Educacional. UEL-Londrina, 1948-6. 2008.

BIANCHINI, G., GERHARDT, T., DULLIUS, M. M. Jogos no ensino de matemática “quais as possíveis contribuições do uso de jogos no processo de ensino e de aprendizagem da matemática?”. Revista destaques acadêmicos, 2(4). 2011.

BOHN, O. Jogo, brinquedo e brincadeira na educação. Educação física pela Universidade do Oeste de Santa Catarina e interface a com a Rede de proteção Social da Universidade Comunitária da região de Chapecó – Unochapecó. 2015

BUENO, E. Jogos e brincadeiras na educação infantil: ensinando de forma lúdica. Universidade estadual de Londrina, 2010.

CAMARGO, B. V., JUSTO, A. M. Tutorial para o uso do software de análise textual IRAMUTEQ. Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. 2013.

CORDEIRO, M. J., SILVA, V. N. A importância dos jogos para a aprendizagem da matemática. Desenvolvimento socioeconômico no município de Juscimeira-MT, 30. 2012

DA SILVA, A. F., KODAMA, H. M. Y. Jogos no ensino da Matemática. II Bienal da Sociedade Brasileira de Matemática, UFBa 25 a 29 de outubro. 2004

GASPERI, W. N., PACHECO, E. R. A história da matemática como instrumento para a interdisciplinaridade na educação básica. Pedagogia em foco, 12(7). 2017.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. Rio de Janeiro: Record, 1997.

GRANDO, R. C. O conhecimento matemático e o uso de jogos na sala de aula. 2000. 239 f. 2000. Tese de Doutorado. Tese (Doutorado em Educação Matemática) -Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/251334. Acessado em 18/03/2020.

GRANDO, R. C. Recursos didáticos na Educação Matemática: jogos e materiais manipulativos. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica-ISSN: 2236-2150, 5(02). 2015.

KISHIMOTO, T. M. Jogos, brinquedos e brincadeiras do Brasil. Revista de educação, (24), 81-105, 2014.

LIMA, T. C. S. D., MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katálysis, v. 10, Florianópolis, p. 37-45. 2007.

LIRA, B.A.N; R. Rubio; S. A. de Juliana. A importância do brincar na educação infantil. 2014.

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

PEREIRA, F. E. O jogo no ensino e aprendizagem de matemática. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Acesso em, 23. 2010

ROQUE, T., e DE CARVALHO, J. B. P. Tópicos de história da matemática. 2012


Apontamentos

  • Não há apontamentos.